DOENÇAS ORTOPÉDICAS CONGÊNITAS
Mal formação congênita dos ossos
Anomalias do Esqueleto Axial
Síndrome de Klippel - Feil

Características

As características principais desta síndrome são o pescoço curto, linha do couro cabeludo baixa e movimentos de pescoço restrito. Ás vezes há falta de segmentação de vários elementos da região cervical da coluna vertebral. Os pacientes com a síndrome de Klippel-Feil geralmente são normais quanto ao resto, mas outras anomalias congênitas associadas a essas mal formação não são incomuns.

O fechamento defeituoso do tubo neural leva a uma condição conhecida como espinha bífida. Oculta da primeira vértebra sacra onde ocorre em cerca de 20% das colunas vertebrais examinada por radiografia. Ás vezes a malformação é indicada por uma depressão ou por um tufo de pelos.

PINÇA DE LAGOSTA

O terceiro metacárpico e as falanges ósseas correspondentes estão geralmente ausentes e o polegar e o indicador, bem como o quarto e quinto dedos podem estar fundidos . As duas partes da mão apresentam certa oposição e agem como pinça.

PÉ EQUINO

Esta anormalidade é geralmente vista associada à sindactilia. A planta do pé é voltada medialmente, fletida, e o pé em adução. Observa-se principalmente em indivíduos do sexo masculino e as vezes, hereditária.

ACONDROPLASTIA

Esta anomalia constitui a causa mais comum do nanismo e ocorre cerca de uma vez a cada dez mil nascimentos. Os membros são curtos por causa de um distúrbio da ossificação endocronal nos discos de cartilagem epifisária, particularmente nos ossos longos, durante a vida fetal. O tronco apresenta-se normal, mas a cabeça pode estar ligeiramente aumentada com a testa proeminente e o nariz afundado.

ANOMALIAS DO ESQUELETO APENDICULAR:

POLITACTILIA

Outra categoria de anomalias apendiculares é a do aparecimento de dedos extranumerários. O dedo extra é geralmente desprovido de conexões musculares adequadas. As anomalias em que o número de ossos está aumentado são geralmente bilaterais, ao passo que as ausências dando o exemplo de um polegar são unilaterais.

SINDACTILIA

A fusão normal é geralmente restrita os dedos ou artelhos, normalmente o mesênquima entre os dedos e os artelhos se desfaz , mas pode não acontecer e o resultado é a fusão de dois ou mais dedos ou artelhos.

Em alguns casos pode ocorrer a fusão dos ossos.


MÃO FENDIDA E PÉ FENDIDO

Nestas anomalias raras, comumente chamadas de deformidade em garra de lagosta, há ausência de um ou mais dígitos centrais, resultado da não formação de um ou mais raios digitais. Assim, a mão ou o pé são divididos em duas partes que se opõe uma à outra, lembrando as garras de uma lagosta.


DESLOCAMENTO CONGÊNITO DO QUADRIL

Esta deformidade ocorre em um à cada mil e quinhentos recém-nascidos e é mais comum meninas. A cápsula da articulação coxofemoral é muito frouxa ao nascer e há um subdesenvolvimento do acetábulo do osso do quadril e a cabeça do fêmur.


DESENVOLVIMENTO ANORMAL DO ACETÁBULO

Cerca de 15% dos bebês com deslocamento congênito do quadril nascem de nádegas, sugerindo que a posição sentada durante os últimos meses pode resultar no desenvolvimento anormal do acetábulo e da cabeça do fêmur.

Copyright © 2001 - World Gate Brasil Ltda.
Fonte: www.wgate.com.br/fisioweb

Blair José Rosa Filho